Aguarde um momento por favor...

Tipo de Personagem

jogador

Classe

20 Bárbaro/4 Guerreiro

Raça

Youkai

Sistema de RPG

Dungeons and Dragons 3.5

Ficha

NOME:Krovax      CLASSE:20 barbaro/ 4 guerreiro     RAÇA:Youkai     OLHOS:Preto
PELE:Morena     TENDENCIA:Neutro     PESO:250kg     ALTURA:2,45 ND 24
DESLOCAMENTO: 12m     IDADE:35     SEXO:masculino  XP:296.000   NIVEL:24

FOR 44 +17   52 +21  56 +23      PV 720 
DES 23 +5                                 PV Fúria 792/840
CON 26 +8    32 +11   36 +13     CA 34 = 10+5+8+2+3+6
INT 13 +1                                  BBA 22/17/12/7
SAB 16 +3                                RD 11/-
CAR  8 -1                                  INICIATIVA +9

            TOTAL    BASE    MOD.
FORT     30 =     12+4     +8 +6
VONT     20 =     6+1      +3 +6+4
REFL     18 =     6+1       +5 +6

Machado enorme vorpal obra prima (20x3)
ATAQUE 46/41/37/32
DANO 2d12+25 / Fúria Br +31 / Fúria Br e Yo +34

Ataque com Separar +66
+4 separar, +4 se tiver deferença de tamanho, +4 arma de duas mãos, +4 separar enfurecido, +4 fúria destrutiva

PERICIAS             TOTAL GRAD. MOD.
Saltar (For)                46  =   29   +  17
Escalar (For)             46  =   29   + 17
Intimidação (Car)       31  =   29   + -1 +2
Sobrevivência (Sab)   26  =  29    + 3
Natação (For)            40  =  23    + 17
Cavalgar (des)          28  =  23     + 4

Itens
Bracedeira +8 na CA
Manto da resstencia +6

7 talento comuns 2 talentos epicos +3 talentos guerreiro

Vitalidade aprimorada
Iniciativa aprimorada
Ataque desarmado aprimorado
Empunhadura primata
Ataque Poderoso
Separar aprimorado
Separar Enfurecido (+4 no separar)
Fúria Destrutiva (+8 na for para arrombar ou quebrar objetos)
Fúria Instantânea

Cura acelerada [épico]
Redução de dano +3 [épico]
Fúria Destrúidora[épico] (ignora dureza e Força dobrada pra dano em objetos)

Talentos Ganhos
4x Força Maior [épico]
Redução de dano +3 [épico]

Bônus de ajustes

+8 na força -2 destreza +4constituição +3 armadura natural -1 na CA(Tamanho grande)

+5 na força (tomo da força)

+5 na força (nível)

+4 na força +2 destreza +4 carisma (Youkai)

+5 inteligência (tomo da inteligência)

+4 Força maior[Épico]

+6 no bônus e CA - Poder de absorver aura do Youkai

PV = 20d12(145)+192+4d10(29) + 54(youkai)+ vitalidade(300)

Características raciais Youkai

+4 de Força, +2 de Destreza, +4 Carisma: Humanoide Yokai são poderosos e ágeis, mas tendem a ser solitários.

  • Humanoid (Yokai)
  • Médio : Como criaturas Médias, os seres humanos não têm bônus ou penalidades especiais devido ao seu tamanho.
  • Yokai (Humanoid) deslocamento básico é de 10m.
  • +2 de bônus de armadura natural: a pele de um yokai é de aço duro, tornando-se um adversário feroz
  • Um yokai pode ver até 18m sem qualquer luz
  • Yokai ganha um bônus racial de +2 em todos os teste de Intimidar
  • Yokai ganha um bônus racial de +2 para todas as verificações de disfarces feitas para ocultar seus traços de monstro
  • Resistência ao Fogo 10
  • Resistência ao frio 10
  • Força da Festa: Quando um yokai humanoide derrota outro yokai ou outro ser humanoide, ele pode devorá-lo para absorver sua aura.

Um yokai que devora um outro ser, acaba fazendo o que é chamado de ganho macabro.Neste ganho ele adquire +1d4 PV e +2 de bônus no ataque e classe de armadura que mantém indefinidamente e é acumulativo.

Um yokai deve digerir completamente a sua última refeição ou então toma uma penalidade de -4 na constituição por 1d4 horas porconta de náuseas.

É preciso um yokai 10d4 horas para digerir completamente a carne e os ossos de outro yokai ou humanoide. Ele pode fazer um teste de fortitude CD 20 para reduzir 1d4 de horas. Caso perca no tete ele aumentará o tempo em +1d4 de horas. Caso o personagem perca por 3 vezes consecutivas o teste, ele não poderá mais faze-lo.

Se um yokai devorar uma criatura cujo nível é 2 ou mais níveis mais elevados do que o seu próprio, para conseguir absorver a aura de sua vítima ele deve obter sucesso num teste de Fortitude 15 + o nível do devorado ou então se tornará doente e tomará uma penalidade na Constituição de -4 por 1d4 de horas.

Se o nível da criatura a que o yokai devora é de dois ou mais níveis inferiores, o yokai não ganha benefícios, uma vez que a aura devorada é insuficiente demais para fortalecê-lo.

* Razor Sharp Nails (Ext): O ataque desarmado de um yokai causa dano letal e se torna uma arma tipo cortante pois ele tem unhas afiadas. Um jogador pode optar por realizar um dano não-letal usando um ataque desarmado, mas toma uma penalidade -4 no rolagem de ataque e o tipo de dano torna-se por concussão. O dano desarmado é de um 1d4

* Fúria(Ex): Como um bárbaro, um yokai pode entrar em uma raiva um certo número de vezes por dia.

Em uma fúria, um yokai ganha temporariamente um bônus de +4 para a Força, um bônus de +4 para a Constituição e um bônus de moral de +2 em testes de Vontade, mas ele recebe uma penalidade de -2 para a Classe de Armadura.

O aumento na Constituição aumenta os pontos de vida do yokai em 2 pontos por nível, mas esses pontos de vida vão embora no final da raiva quando sua pontuação da Constituição cai de volta ao normal.

Um ataque de raiva dura para um número de rodadas igual a 3 + o modificador de Constituição (recentemente ajustado) do personagem.

Um yokai pode terminar prematuramente sua raiva. No final da raiva, o yokai perde os modificadores de fúria e as restrições e fica fatigado (-2 de penalidade para Força, -2 de penalidade para Destreza, não pode cobrar ou correr) durante o encontro atual (a menos que ele seja um 20º nível de yokai, altura em que esta limitação já não se aplica, veja abaixo).

Um yokai pode voar em uma fúria apenas uma vez por encontro.  No primeiro nível, ele pode usar sua habilidade de raiva uma vez por dia.

No 4º nível e a cada quatro níveis, ele pode usá-lo mais uma vez por dia (até um máximo de seis vezes por dia no nível 20).

Entrar em uma fúria não leva tempo, mas um yokai só pode fazê-lo durante sua ação, não em resposta à ação de outra pessoa.

Idiomas Automáticos : Comum Oriental, Kagetan.

Idiomas Adicionais : Infernal, abissal.

Classe Favorecida : Qualquer.

Ao determinar se um Yokai de multiclass (humanóide) recebe uma penalidade de ponto de experiência, sua classe de nível mais alto não conta.

Ajuste de Nível : 0

 

História

Krovax ainda era apenas uma simples criança quando encontrado na floresta por um casal de camponeses, embora seu destino era perecer como alimento para as criaturas selvagens, tudo mudou quando fora encontrado. Kramix e Zara eram os camponeses que encontraram aquela criança desprotegida. Indignados com quem pudesse ter cometido tamanha barbárie, eles decidiram levar a criança para cuidar dele.

Kramix e Zara moravam em uma pequena cidade próxima a capital de Valkarya, apesar de simples camponeses eles tinha uma vida farta de alimento e trabalho digno. Nomearam a criança de Krovax que era o nome do pai de Kramix e juntos os novos pais vivera momentos felizes com o seu novo filho. Desde jovem Kramix já percebia a incrível superioridade que o garoto tinha dos demais, embora ainda fosse uma simples criança, Krovax conseguia fazer feitos de força que invejavam o mais forte aldeão da cidade.

Percebendo isso o seu pai fez todo o possível para ingressar o seu filho na força militar da grande cidade de Valkarya. Após um grande esforço Kramix conseguiu o ingresso do seu filho como aspirante nas tropas da grande cidade. Sua adolescência foi puramente voltada para o treino e exercício, tornar-se alguém poderoso era o grande motivo de orgulho do pai.

Porém coisas estranhas começaram a acontecer. Uma cede por sangue e vontade de devorar carne humana começou a se despertar dentro de Krovax. O jovem não conseguia entender este poderoso instinto que aos poucos estava tomando conta dele. Ele mal sabia que a sua verdadeira natureza não era humana. infelizmente o seu instinto falou mais alto. Numa noite que deveria ser mais uma qualquer, ao caminhar pelas ruas escuras da cidade, se deparou com um grupo de jovens que fazia parte de sua classe durante os seus treinamentos. Para o seu azar era um pessoal encrenqueiro que já tinha inveja de Krovax por conta de seus destaques. Os jovens o cercaram e começaram a insulta-lo com o intuito de faze lo se irritar para partir para o combate. Embora estivesse nervoso, Krovax tentou se manter calmo e não reagiu, entretanto sua paciência começou a estourar quando os jovens começaram a ataca-lo. De início ele não reagiu, mas a cada golpe tomado parecia que algo de dentro dele estava para sair.

Foi aí que ele não aguentou e despertou a sua fúria! Seus olhos ficara vermelhos e suas unhas cresceram. Facilmente ele golpeou cada um dos garotos de forma fatal, diante dos corpos mortos sua fome por carne tomou conta de si e o fez se alimentar da carne dos garotos caídos. Parecia que ele tinha uma fome de centenas de mendigos, em poucas horas ele se alimentou de todos os cadáveres.

Quando se deu por conta, se assustou com o que havia cometido e fugiu da cidade com o intuído de encontrar seus pais em sua cidade natal. Como a sua casa era próxima dali, em poucos dias ele chegara ao vilarejo de seus pais e ainda assustado confessou tudo que aconteceu aos seus pais. O seu pai ficou indignado com aquilo, ele perdeu o controle e começou a chamar o filho de assassino, o pai dele na verdade não conseguia aceitar o fim da carreira do seu filho e temia pela vergonha de ter um filho assassino. A sua mãe tentou acalmar toda a situação, Krovax assustado correu para o seu quarto e começou a chorar por todo aquele dia.

No cair da noite na hora jantar o clima ainda se mantinha tenso, embora ele quisesse colocar as coisas no lugar, o seu pai se mantia rígido e ignorante quando se tratava de discutir o assunto. O que era para ser um jantar entre família se transformou mais uma vez em discussão. O seu pai se irritou mais ainda e partiu para cima de Krovax com o intuito de lhe dar uma surra, no impeto de sua irritação Krovax acaba golpeando o seu pai, o seu golpe é tão forte que nocauteia o seu pai. Sua mãe apavorada começa a perder o controle e a xingar o seu próprio filho e num puro instinto de raiva tenta atacar o jovem Krovax.

Surpreso com a reação de sua mãe que o tanto protegia, Krovax perde o controle e entra em sua fúria instintiva novamente. Ele golpeia a sua mãe com um golpe mortal que a leva a morte, seu instinto devorador toma conta de si e ele se alimenta de sua própria mãe e logo em seguida do seu pai.

Quando ele se dá por si, já é tarde demais e Krovax toma grande desgosto pela sua própria vida. Revoltado e indignado, Krovax foge para a floresta e corre como se seu caminho não tivesse fim, sua corrida imprudente o leva até um precipício onde ele não hesita em pular.

Destinado a dar fim a sua própria vida, Krovax se joga do precipício. Em sua violenta queda ele bate com a sua cabeça e tem uma forte pancada. Graças a sua superioridade natural, ele sobrevive a queda mas acaba não lembrando o que acontecera em sua vida desde quando era mais jovem, suas lembranças são vagas e ele não consegue interligar os fatos ocorridos. Apenas lembranças soltas ha em sua cabeça.

Logo pela manhã após acordar ele é encontrado por um homem caçador que ao observa-lo fica atento ao jovem Krovax. Apenas pela aparência, o homem caçador julgou que Krovax deveria ser forte e sem enrolar chamou o jovem para uma luta, disse que se o derrota-se o levaria para um lugar especial. Krovax mal teve tempo para pensar pois o homem caçador partiu para cima dele para ataca-lo. Após grande troca de golpes, Krovax é derrotado mas mesmo assim o homem percebe o seu grande potencial e o convida para segui-lo. Krovax sem muitas opção e quase sem entender nada aceita seguir o homem.

O homem caçador misterioso se chamava Draubatur, ele era uma bárbaro líder de uma tribo que estava naquela floresta de passagem. Eles tinham um objetivo maior que era se instalar numa pequena cidade ao leste de Valkarya. Ao perceber um grande potencial no jovem Krovax ele acreditou que deveria tirar as suas próprias conclusões e por conta disso o desafiou. Desde então Krovax aprendeu com ele tudo o que pudera ser ensinado. Rapidamente se tornou um dos melhores guerreiros e virou parceiro fiel de Draubatur, juntos conquistaram muito dinheiro e várias outras cidades pequenas além da cidade objetivada em princípio.

Tamanho sucesso despertou a inveja de outros guerreiros da tribo que rapidamente planejaram um compro contra Krovax. Até aquele instante Krovax já estava novamente experimentando o seu extinto devorador, aos poucos ele começa a lidar com aquela vontade obscura que o consumia. À aquela altura do campeonato, Krovax já devorava algumas pessoas mas em sigilo e grande parte de seu objetivo favorecia seus instintos ocultos. Draubatur não era capaz de perceber isso por conta de sua grande confiança em Krovax, mas os demais da tribo já começaram a perceber os reais objetivos de Krovax.

Além da inveja eles temiam um pouco as necessidades obscuras de Krovax e por conta disso o plano deles deveria ser infalível. Krovax deveria ter o seu fim o mais rápido possível. Num certo dia o plano foi colocado em ação, um rastro de vítimas foram deixados para Krovax que instintivamente os seguiu como um animal atras de comida. Eles sabiam que Krovax era muito forte e por conta disso uma grande equipe foi escalada para entrar em combate com ele. A estratégia se baseava num ataque surpresa quando Krovax estivera se alimentando de algum cadáver. Krovax caiu na armadilha! e enquanto se alimentava foi alvejado de vários ataques que o deixou um pouco debilitado. Uma estrondosa batalha se iniciou e Krovax entrou em sua fúria diabólica, seus olhos ficara avermelhados e alguns de seus oponentes começaram a tremer de medo. O medo foi tão grande que custou as suas vidas, os homens de menas coragem foram eliminados primeiro e somente restou Krovax com os oponentes inabaláveis.

Embora Krovax fosse muito poderoso, os homens que o enfrentaram também eram. Krovax estava sendo derrotado e quando percebeu que sua força não era o suficiente bateu em retirada em pulou mais uma vez de um desfiladeiro. Os homens jamais pudera imaginar que alguém pudesse sobreviver a tamanha queda fatal e por conta disso aceitaram que concluíram o objetivo e que Krovax estava morto.

Porém Krovax não é um humano comum, ele sobreviveu a queda e mais uma vez perdeu a sua memória. Porém desta vez ele não se lembra de nada, apenas seu instinto de grande lutador está cravado em sua memória. Ele foi encontrado por um homem chamado João que ao vê-lo em tais condições decidiu ajuda-lo.

E assim começa a sua história...     

Publicidade